Blog

Nossos artigos, ideias e opiniões.

Saúde Mental? Questionamentos e reflexões!

Postado em 30 de Março de 2018

Fui convidada recentemente a dar uma palestra acerca da Saúde Mental! Pensei no primeiro momento, obviamente, em quais aspectos deste tema abordaria, pensando justamente em quão ampla pode ser a reflexão do que é saúde mental, do que é a saúde mental nos nossos dias. E em meio aos dados mais atualizados de como anda a nossa saúde mental, fiquei pensando em quão ainda é dicotomizada a nossa forma de enxergar a nossa saúde, simplesmente! Por quê nos referimos ao nosso bem estar psicológico como saúde mental e ao bem estar do nosso corpo como saúde física? Existe dois tipos de saúde? Existem duas instâncias onde habitamos e medimos, analisamos e cuidamos de formas diferentes? As respostas que pensei foi ao mesmo tempo foram sim e não! Sim, dicotomizamos, dividimo-nos como duas partes, no mínimo, e o termo saúde mental reflete esta separação; e não; não existem dois tipos de saúde, como de forma automática a classificamos. Não habitamos numa instância física e mental. Habitamos numa unidade! A ‘mente’ é parte do corpo; a mente também é física, portanto, saúde mental é a saúde do corpo, e a saúde do corpo vem com uma mente saudável, assim como com um rim saudável, um coração saudável, um pulmão saudável e assim por diante! Por que então que ainda há uma certa névoa, um certo tabu quando falamos, sob esta perspectiva, sobre a nossa saúde? Quando falamos de ansiedade, por exemplo, falamos de um descompasso intestinal, de glândulas funcionando freneticamente provocando sudorese; ou quando falamos de depressão, falamos junto de uma falta de apetite, e provavelmente quadros de insuficiência de vitaminas, como uma anemia, por exemplo. Ou seja, estamos, falando de um ser, unitário, que está doente com um todo.

Se pensarmos em dados da nossa atualidade para que possamos de meios mais concretos para ampliar nossa reflexão, a OMS no ano passado, 2017, divulgou que a doença que está no topo de causas de problemas de saúde em todo o mundo é a depressão! Isto nos faz pensar em quanto a nossa saúde, a saúde total é algo que merece cuidado.

Que possamos, pois, cuidar da nossa saúde! De nós, como o todo que somos, sem lançar pré-conceitos sobre as nossas ‘partes’, como se fosse feio, vergonhoso, quase que como um segredo que precisamos guardar, quando, adoecemos “mentalmente”!

Desejo vida a todos!